Sexta-feira, 25 DE Janeiro 2008

Como se não bastasse o nosso país estar na cauda da Europa em tudo, a saúde portuguesa dá azo a histórias dignas de telenovelas. Cada uma das histórias acaba por ser mais escandalosa que a anterior.

Olhando para os casos mais recentes, só nos apetece chorar de tanta incompetência e desleixo com o que se passa neste bocado de terra à beira-mar plantado.

São as urgências a fechar, são pessoas a morrer por cairem de macas dentro das próprias urgências ou então são as chamadas para o INEM que demoram horas, porque simplesmente não sabem o que fazer ou não sabem para onde hão de dirigir os pedidos,. Há também os bebés a morrer e em que o Ministério da Saúde insiste em demarcar-se da responsabilidade.

Dá mais que tempo suficiente a morrer. A resposta aos pedidos é quase eterna para quem necessita de ajuda.

Isto são os "novos" problemas da nossa Saúde, porque infelizmente os antigos problemas continuam a apoquentar-nos: algumas negligências, as listas de espera, o fecho de maternidades ou simplesmente a falta de meios.

Se há algo  de bom que se pode tirar disto tudo, talvez sejam os nascimentos heroicos de algumas crianças dentro de ambulâncias ou até mesmo dentro da própria viatura dos pais. Sempre têm história para contar. E isso devem... ao Ministro da Saúde (grande homem). Não peçam para ele se demitir. Peçam antes que o Primeiro-Ministro o demita.

publicado por Zé Luís às 15:04
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
29
30
31
últ. comentários
Boa sorte, amigo feiticeiro, lol! e nunca digas nu...
Este post já é antigo mas faz todo o sentido! Para...
Era perfeito! Mas não sendo possível, pode ser que...
É! Pelo menos desta vez não houve aquele sofriment...
olá, ... olha tens um desafio no meu blogue para c...
Olá, venho aqui hoje, pra te colocar um desafio, o...
Também acho que tens razão, acima de tudo esses ac...
ahahah está certo!
Hum... não se se ele vai conseguir acabar lá. Quer...
pois, azul e preto há é branco que quero dizer, é ...
subscrever feeds
blogs SAPO