Quinta-feira, 15 DE Setembro 2005

Dizem que a política e futebol têm que ser separados, nada mais errado. Estes dois factores de mobilização da nossa sociedade têm que continuar de mãos dadas. É a forma de muitos homens da nossa sociedade ficarem conhecidos pela eternidade fora como homens que "pediram emprestado" algum dinheiro às câmaras municipais para alimentarem clubes locais e jogadores estrangeiros, o que não faz muito sentido (os nacionais também são ajudados por câmaras mas de uma maneira mais subtil e escondida). Se são locais, deviam ter uma maioria significativa de jogadores da zona do clube, ou não? O argumento para os presidentes de Câmara serem também presidentes de alguns clubes é sempre o mesmo, ou seja não há ninguém capaz de administrar duas instituições tão importantes, por isso lá o homem "faz o sacrifício" de ganhar dois ordenados. Verdade seja dita que muitos são dirigentes de clubes por pura carolice, mas outros não se inibem de tirar a sua parte e depois dizem que as finanças do clube estão debilitadas. Tem bom remédio, não roubem tanto. Verão que o futebol irá endireitar-se.

publicado por Zé Luís às 16:41
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Setembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
16
17
18
19
20
21
23
25
26
28
30
últ. comentários
Boa sorte, amigo feiticeiro, lol! e nunca digas nu...
Este post já é antigo mas faz todo o sentido! Para...
Era perfeito! Mas não sendo possível, pode ser que...
É! Pelo menos desta vez não houve aquele sofriment...
olá, ... olha tens um desafio no meu blogue para c...
Olá, venho aqui hoje, pra te colocar um desafio, o...
Também acho que tens razão, acima de tudo esses ac...
ahahah está certo!
Hum... não se se ele vai conseguir acabar lá. Quer...
pois, azul e preto há é branco que quero dizer, é ...
subscrever feeds
blogs SAPO