Sexta-feira, 18 DE Novembro 2005
Eu sempre achei a vida militar uma perfeita estupidez. Quanto ao serviço militar obrigatório, é melhor nem falar.
Depois do sucedido hoje com os soldados portugueses (os meus pêsames aos famíliares das vítimas), cada vez mais tenho a certeza que aquela vida é um risco desnecessário. As pessoas morrem em nome da Pátria (é o que dizem). Mas se aquilo é um serviço em nome da Pátria, porque não vão para lá as altas autoridades da Nação e defendem o nosso bom nome? Vão para lá os soldados anónimos que ficam sujeitos a tudo, desde atentados terroristas a minas. Depois se acontecer um desastre, aparece a notícia na Comunicação Social da maneira mais desumana possível do tipo: "Morreram mais x soldados no Afeganistão". Desta vez temos que dar o mérito às televisões portuguesas que trataram o assunto com humanidade. Isto é muito simples de dizer, mas ninguém pensa nas famílias dos "combatentes da Pátria" (que raio de Pátria é esta?). Isto funciona ao estilo da música do Eminem e as pessoas são tratadas "like toy soldiers".
publicado por Zé Luís às 16:04
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Novembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
16
17
19
20
21
23
26
27
28
últ. comentários
Boa sorte, amigo feiticeiro, lol! e nunca digas nu...
Este post já é antigo mas faz todo o sentido! Para...
Era perfeito! Mas não sendo possível, pode ser que...
É! Pelo menos desta vez não houve aquele sofriment...
olá, ... olha tens um desafio no meu blogue para c...
Olá, venho aqui hoje, pra te colocar um desafio, o...
Também acho que tens razão, acima de tudo esses ac...
ahahah está certo!
Hum... não se se ele vai conseguir acabar lá. Quer...
pois, azul e preto há é branco que quero dizer, é ...
subscrever feeds
blogs SAPO
Olhe as horas, para não perder pitada do jogo
relojes web gratis
Web Counter
No Faxing Payday Loan