Quinta-feira, 26 DE Julho 2007

Eu como benfiquista que sou, só posso dizer que lamento o inevitável... a saída do Simão Sabrosa.

Agora passando às razões (que não são desportivas... obviamente, monetárias) deste adeus neste momento, posso dizer que o rapaz quis ter mais descanso. Só assim se explica o facto de ter ido para um clube que nem nas competições europeias está. Aliás, a última vez que um jogador (Hugo Leal) do Glorioso saiu para o Atlético de Madrid, o clube espanhol foi parar à 2ª Liga.

O homem teve outras razões, mais propriamente de ordem estética. Depois do jogo com o Cluj, Simão chegou à conclusão que o equipamento rosa não se adequava ao seu tom de pele. Ele com aquela cara de bebé, assentava-lhe melhor um azul... bebé.

Mas a razão principal deve-se ao "posto" de marcador de penaltys. Agora com o Butt a fazer concorrência, o "nosso" capitão teve medo do desafio. Realmente marcar uma grande penalidade e sofrer um golo logo a seguir, não é para qualquer um... só o Butt.

Há o lado positivo nisto tudo. Acabaram-se as novelas que começava em Novembro e durava quase um ano. O "sai, não sai" de Sabrosa chegava a ser enervante.

Como adepto que sou, só lhe desejo o melhor do mundo no Atlético de Madrid.

 

publicado por Zé Luís às 14:37
Terça-feira, 17 DE Julho 2007

Quem já foi a dois ou três casamentos, deve ter reparado que este tipo de eventos acaba por ser repetitivo na sua sucessão de acontecimentos.

Curiosamente nunca fui a nenhum na igreja, mas a copos d'água fui a alguns e achei-os... maçadores no mínimo.

Chegamos ao local onde se realiza a cerimónia e entram os noivos, pegam na sua bebida e depois ficam à espera dos convidados para serem cumprimentados. Se a lista de convidados for enorme, a "seca" começa também a ser dos noivos.  Depois os convidados sentam-se e lá vão comendo uns aperitivos, à espera do jantar. Se tiverem sorte de ter alguém conversador na mesa, menos mal. Se pelo contrário, as pessoas que se sentam na nossa mesa forem praticamente desconhecidas, vão assobiando para o ar à espera que o jantar chegue.

Como vêem, continua a chatice nesta crónica.

Lá chega o jantar, mas como obedece a regras de protocolo, os noivos são os primeiros (com toda a legitimidade, pois estão a pagar aquela "seca").

Depois do "morfar", lá chega o baile com regras, novamente. Os noivos são os primeiros, depois os pais e padrinhos dos noivos. Partem o bolo e lá vai o casal à sua vida. E assim acaba a "seca". 

Talvez um dia mude a minha opinião... se mudar.

publicado por Zé Luís às 17:39
Sexta-feira, 06 DE Julho 2007

Como todos sabem, o número 11 passou a ser conotado com terror, angústia e morte. Isto tudo devido ao triste dia 11 de Setembro de 2001 e os atentados a Nova Iorque.

Para mim, o número 11 passou a constituir também sinónimo de mágoa, essencialmente. Foi este o número da cama de hospital onde passei sete semanas. Mas como tinha que arranjar algo para me entreter, comecei a contar os colegas que tive no quarto. E curiosamente... foram 11 também.

Tive de tudo um pouco. Desde muito faladores a outros que entraram e sairam e não troquei uma simples palavra. Lembro-me de no 1º dia, a Sra. Enfermeira Paula perguntar se sabia "speakar" inglês. Eu respondi afirmativamente, desenrascava. E lá fui parar à enfermaria 4 com um norueguês que "arranhava" o inglês. Até foi engraçado.

Joguei Playstation praticamente deitado (coisa maluca) com um outro.O Marco Paulo era jovem e sempre p'ra frentex. Tive também um outro, o Sr. Jordão, um homem de 75 anos que me tratava por Sr. Luís. O homem era simpático e eu achava graça à maneira como me chamava. Ele era uma espécie de tele-gerente, pois tinha um mini-supermercado e "volta e meia" estavam a telefonar-lhe para lhe perguntar o preço de um produto qualquer. Por brincadeira dizia-lhe que estavam a telefonar para perguntar o preço da "electricidade em pó".

O último colega chamava-se Bruno era maluco, mas sempre bem disposto... e os colegas dele então era de partir o côco a rir, mas com conversas para maiores de 18. Saimos os dois no mesmo dia. Eu acabei por ser o último a sair e fechar a porta... deste capítulo.

publicado por Zé Luís às 16:21
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
últ. comentários
Este post já é antigo mas faz todo o sentido! Para...
Era perfeito! Mas não sendo possível, pode ser que...
É! Pelo menos desta vez não houve aquele sofriment...
olá, ... olha tens um desafio no meu blogue para c...
Olá, venho aqui hoje, pra te colocar um desafio, o...
Também acho que tens razão, acima de tudo esses ac...
ahahah está certo!
Hum... não se se ele vai conseguir acabar lá. Quer...
pois, azul e preto há é branco que quero dizer, é ...
Serviço público, eu vou-te dar o serviço público, ...
subscrever feeds
blogs SAPO
Olhe as horas, para não perder pitada do jogo
relojes web gratis
Web Counter
No Faxing Payday Loan