Sábado, 17 DE Fevereiro 2007

Pediram-me, caso quisesse, para participar num passatempo onde poderiamos escrever sobre o amor.  Como não queria ficar atrás, acabei por escrever este poema "em cima do joelho". Foi a inspiração do momento (logo eu que nem sou muito de poemas):

Amor é fogo
Arde como o caraças
Não há maneira de apagar
Por mais que tu faças

Eu já estive apaixonado
Porque gostava de uma joaninha
Acabei queimado
Por ela ser bonitinha

Há amores “impossíveis”
Desses… este era um
Mas garanto que igual
Ainda não senti nenhum

Era uma leoa tigresa
Com olhar brilhante
Facilmente fiquei enfeitiçado
Por algo tão penetrante

Neste dia de S. Valentim
Tentei versar
Mas como não tenho jeito
Acabei simplesmente a rimar

publicado por Zé Luís às 19:34
Terça-feira, 13 DE Fevereiro 2007

Quando comecei o curso, tinha a sensação que tinha iniciado um ciclo. Agora está na moda falar no fim de um ciclo (o Luisão, defesa do Benfica é que começou com esta). Pelo que me apercebi, parece-me mesmo que estou a chegar ao fim do meu ciclo que foi o antes e pós- curso.

Entrar nos Activos fez-me "acordar" para a vida, mas isso já eu escrevi, portanto não vou voltar a repetir o mesmo. Nesse "acordar" estavam incluídos alguns "sermões" de uma amiga que arranjei na net. Depois de ela me ter ajudado a começar uma nova vida, acabaram-se os "sermões". É como um qualquer aluno deste país, depois de aprender a lição, acabam-se as explicações.

No entanto, há uns dias atrás essa minha amiga voltou a dar-me um "sermãozinho". Aí comecei a pensar que estava a voltar ao princípio. De certa maneira até será verdade. Possivelmente depois do estágio, voltarei a "enfiar-me no meu mundo". Como as coisas estão, não sei se será viável arranjar emprego num qualquer lado. Só me resta aproveitar o que me resta do curso e dar o meu melhor e o futuro... Deus lá deve saber.

Quanto ao estágio, está a ser bem melhor do que esperava. As pessoas são impecáveis, não há pressões de espécie alguma. Claro que tenho que cumprir a minha parte. As pessoas responsáveis lá saberão se bem ou mal, mas eu fico de consciência tranquila desde que faça o melhor que posso e sei.

De qualquer maneira, fico muito grato a Deus e a todos por este ano e meio que vivi. Apesar de algumas coisas menos boas (acho que arranjei um trauma qualquer com anéis), o balanço acaba por ser positivo. Agora é aproveitar os dois meses e meio que me resta. Quem sabe o que acontecerá... o futuro dá muita volta.

 

publicado por Zé Luís às 18:59
Quinta-feira, 01 DE Fevereiro 2007

Há uns tempos atrás, eu escrevi num post qualquer que não sabia o porquê de um blog. Acho que encontrei uma possível resposta.

Aparentemente, pode servir como ajuda para arranjar um estágio... de informática. Tem uma lógica... sem nexo. No entanto foi isso mesmo que me aconteceu, pois pelo que sei o blog serviu como princípio para que a empresa nos aceitasse como estagiários. É muito surpreendente isto tudo. Contado só dá para chorar... a rir.

Nunca pensei que me acontecesse tal coisa, mas pronto. Fico feliz por saber que serviu para isso. Foi só um registo no próprio blog originário deste episódio (grande embrulhada):D

publicado por Zé Luís às 19:39
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
últ. comentários
Este post já é antigo mas faz todo o sentido! Para...
Era perfeito! Mas não sendo possível, pode ser que...
É! Pelo menos desta vez não houve aquele sofriment...
olá, ... olha tens um desafio no meu blogue para c...
Olá, venho aqui hoje, pra te colocar um desafio, o...
Também acho que tens razão, acima de tudo esses ac...
ahahah está certo!
Hum... não se se ele vai conseguir acabar lá. Quer...
pois, azul e preto há é branco que quero dizer, é ...
Serviço público, eu vou-te dar o serviço público, ...
subscrever feeds
blogs SAPO
Olhe as horas, para não perder pitada do jogo
relojes web gratis
Web Counter
No Faxing Payday Loan